fbpx
×
Contador fazendo fechamento
10 dezembro, 2021

Fechamento contábil: Como evitar os erros mais comuns?

Por meio do fechamento contábil, você pode garantir uma visão mais objetiva sobre as operações financeiras da sua empresa, mas como evitar erros nesse processo? Saiba mais!

Você já sabe o quão importante é cuidar da contabilidade do seu negócio para manter a saúde financeira em dia, não é mesmo? Apesar de que esse processo demanda tempo, conhecimento, técnica e atenção, ótimos resultados podem ser conquistados com o auxílio de um bom fechamento contábil. 

Como qualquer erro pode atrapalhar todas as informações, é preciso ter cuidado com cada detalhe para evitar falhas e prejuízos financeiros. Afinal, como garantir mais acertos ao analisar o controle financeiro, aprimorar as operações financeiras e tomar melhores decisões para a sua empresa?

Neste artigo listamos as principais práticas que você pode adotar para evitar os erros mais comuns no fechamento contábil e, assim, alavancar os resultados do seu desempenho financeiro. Confira e aproveite!

O que é fechamento contábil?

Conhecido como um procedimento utilizado em diversas organizações para identificar todos os processos financeiros realizados em um determinado período, o fechamento contábil é uma ótima forma de efetivar um controle mais preciso e melhorar a saúde financeira de uma empresa.

O principal objetivo dessa tarefa é ajudar gestores e empreendedores a ter mais conhecimento sobre as origens e os processos das receitas e despesas do seu negócio, a fim de contribuir nos momentos de tomadas de decisão com base em dados reais para reduzir riscos.

Quando é preciso fazer o fechamento contábil?

Apesar de ser algo padronizado, a frequência do fechamento contábil pode variar de acordo com o tamanho da empresa e as movimentações financeiras desta, podendo ser elaborado de forma mensal, trimestral ou anual. Porém, independente da periodicidade, é necessário atentar para os seguintes pontos:

  • ativos (todos os bens da empresa);
  • passivos (obrigações a serem pagas);
  • patrimônios (bens, direitos e obrigações);
  • receitas (fonte de capital referente às atividades comerciais);
  • despesas (gastos necessários para manter o funcionamento do empreendimento).

Para coletar todas essas informações, é necessário reunir os documentos trabalhistas, fiscais e tributários da sua empresa, como salários, férias, atestados médicos, notas fiscais, comprovantes de pagamentos, arquivos eletrônicos fiscais, fatura de cartões corporativos, comprovantes de receitas e despesas, entre outros.

Como evitar os erros mais comuns no fechamento contábil?

Ao lidar com as diversas atividades do universo dos negócios e das finanças em geral, é comum encontrar algumas falhas ao longo do processo de fechamento contábil. Pensando em ajudar você a fugir de prováveis deslizes e dores de cabeça, listamos uma série de práticas recomendadas. Siga conosco!

Não ignore os pagamentos atrasados

Em vez de considerar valores que ainda não foram creditados ou ignorar casos de inadimplência, é importante conversar com seus clientes e analisar formas de resolver essa questão para evitar multas e juros e, ainda, não lançar pagamentos atrasados ou inexistentes na receita da sua empresa.

Organize os lançamentos da sua empresa

Além de reunir toda a documentação necessária para fazer o fechamento contábil, você precisa organizar todos os documentos por categoria de lançamento (entradas, saídas, fornecedores, investimentos, entre outros), e também por ordem cronológica de cada comprovante, facilitando o armazenamento, a localização e a análise.

Defina uma frequência para fazer o fechamento contábil

Como falamos anteriormente, o fechamento contábil pode ser feito a cada mês, trimestre ou até a cada ano, mas é necessário estabelecer uma periodicidade e respeitar a frequência desse processo, a fim de comparar as informações de cada período, analisar o desenvolvimento da empresa e reunir dados mais precisos.

Analise os resultados de cada processo

Fazer o fechamento contábil é uma ótima escolha para quem deseja tomar decisões mais acertadas, mas para conquistar esse benefício é preciso analisar os dados obtidos. Ou seja, não vale apenas reunir os dados e fazer todo o procedimento, mas é fundamental fazer uma avaliação aprofundada das informações.

Por meio dessa análise é que a ferramenta realmente gera mais vantagens, gerando insights e soluções tanto para a sua empresa quanto para as organizações dos seus clientes.

Realize previsões mais concretas e realistas

Com o uso de relatórios, planilhas e ferramentas tecnológicas, torna-se mais fácil fazer estimativas de lucros e identificar possíveis erros ou imprevistos. Então vale analisar os números anteriores, coletar métricas, fazer os devidos registros, monitorar os processos e atentar para os próximos passos com antecedência.

Invista em softwares de gestão

Como falamos há pouco, algumas ferramentas tecnológicas podem ajudar você a otimizar a coleta, o armazenamento e a análise de dados com mais praticidade e acertos. 

Por meio de um software de gestão, por exemplo, é possível organizar as contas a pagar e receber, o fluxo de caixa, as planilhas, os documentos, entre outros, e ainda manter o acompanhamento dos números e registros ao longo da rotina.

Um dos potenciais que mais devem ser utilizados por você, que trabalha com contabilidade, é a ciência dos dados e a análise de informações para fazer diagnósticos precisos, traçar melhores possibilidades e encontrar formas de alavancar os resultados de empresas com mais eficácia, segurança e credibilidade.

Esperamos que este artigo tenha ajudado você a entender mais como evitar erros ao realizar o fechamento contábil e, assim, gerar mais sucesso para você e as empresas dos seus clientes. Descubra como realizar o seu diagnóstico contábil para melhorar o desempenho de uma empresa.

× Como podemos te ajudar?